Diosmar Santana Filho

Geógrafo, Doutorando em Geografia no Programa de Pós Graduação em Geografia na Universidade Federal Fluminense (PÓSGEO/UFF). Mestre em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) - área de concentração: Análise do Espaço Geográfico. Bacharel e Licenciado em Geografia pela Universidade Católica do Salvador (UCSAL). Pesquisador Associado a Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN). Professor e coordenador acadêmico da Especialização Lato Sensu Estado e Direito dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Especialização Lato Sensu Direitos Humanos e Contemporaneidade - UFBA/UAB/CAPES (2017-2020). Tem vínculo CNPqcom o Grupo de Pesquisa - Historicidade do Estado, Direito e Direitos Humanos(GPhEDDH-UFBA). Exerceu cargos públicos de assessor e coordenador para povos e comunidades tradicionais no Estado da Bahia, nas áreas de gestão das águas, desenvolvimento social e promoção da igualdade racial (2007-2015). Foi consultor nacional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), para a regulamentação da Consulta Prévia da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Consultor especializado em análise socioespacial para regularização fundiária de Territórios Quilombolas. Atualmente Integra a coordenação do projeto piloto “Mudanças Climáticas em face do Reconhecimento dos Territórios Negros”, parceria da ABPN e o Instituto de Clima e Sociedade (ISC). Pesquisador e coordenador do projeto "Amazônia Legal Urbana - Análises socioespaciais de Mudanças Climáticas", pesquisa financiada pelo ICS (2020/2021). Áreas de conhecimento: Geopolítica, Território, Desigualdade Racial, Território Quilombola, Política Pública, Cooperação Sul-Sul e Mapeamento Territorial. Autor do livro "A Geopolítica do Estado e o Território Quilombola no século XXI", Paco Editorial, 2018.