Felipe Sussekind Viveiros de Castro

Possui doutorado em Antropologia Social pelo Museu Nacional/UFRJ (2010), mestrado em História Social da Cultura pela PUC-Rio (2000) e graduação em Belas Artes pela UFRJ (1997). Tem experiência nas áreas de teoria antropológica, filosofia da ciência, antropologia visual, artes visuais e história da arte. Desenvolve atualmente projeto de pós-doutorado na PUC-Rio na linha de pesquisa Filosofia e questões ambientais. Publicou o livro O rastro da onça: relações entre humanos e animais no Pantanal pela Editora 7 Letras em 2014.